Perguntas Frequentes
--------------------------------------------------------------------------

COMUNICADO IMPORTANTE

Conforme solicitação do INMETRO através das Portarias nº 333 de 28 de junho de 2012 e nº 274 de 13 de junho de 2014, comunicamos que os IPEM – Instituto de Pesos e Medidas, órgão de fiscalização do Inmetro, estão autuando as empresas fabricantes, distribuidoras e revendedoras de produtos certificados compulsoriamente pela falta da divulgação do selo de identificação da Certificação no comércio virtual, vendas por catálogos e banners.

Pela presente, alertarmos a todos os nossos clientes e distribuidores que utilizam imagens dos produtos para divulgação, seja em meio físico ou eletrônico, que solicite imagens em conformidade com a Portaria, através do e-mail sac@ksn.com.br.

Permanecemos á disposição para quaisquer outros esclarecimentos.

--------------------------------------------------------------------------
01 - A KSN possui Certificação do Sistema de Gestão?

Sim, download do certificado podem ser efetuado através do links: Certificado ISO9001:2015

02 - O que é limite de tolerância (LT)?

De acordo com a NR15, entende-se por Limite de Tolerância a concentração ou intensidade máxima ou mínima, relacionada com a natureza e o tempo de exposição ao agente que não causará dano á saúde do trabalhador, durante a sua vida laboral.

03 - O que é nível de ação?

De acordo com a NR09, considera-se nível de ação o valor acima do qual devem ser iniciadas ações preventivas de forma a minimizar a probabilidade de que as exposições a agentes ambientais ultrapassem os limites de exposição. As ações devem incluir o monitoramento periódico da exposição, a informação aos trabalhadores e o controle médico.

04 - Para respiradores PFF, qual o fator de proteção atribuído (FPA)?

Conforme Programa de Proteção Respiratória (PPR) é igual a 5 para PFF1 e 10 para PFF2 e PFF3.

05 - O que são poeiras?

Aerodispersóide, gerado mecanicamente, constituído por partículas sólidas formadas por ruptura mecânica de um sólido.

06 - O que são névoas e neblina?

Neblina, aerodispersóide constituído por partículas líquidas formadas por condensação de vapor de um líquido volátil e névoa, gerado mecanicamente, constituído por partículas líquidas formadas pela ruptura mecânica de um líquido.

07 - O que são fumos?

Aerodispersóides, gerados termicamente, constituídos por partículas sólidas formadas por condensação de vapores, ocorrem por exemple quando um metal ou plástico é fundido, aquecido e resfriado rapidamente, criando partículas extremamente finas.

08 - O que são gases e vapores?

Gases são substâncias que nas condições normais de pressão e temperatura está no estado gasoso. Vapores ocorrem através de evaporação de líquidos ou sólidos, geralmente são caracterizados pelos odores.

09 - Por que os respiradores não podem ser recomendados contra Vapores Orgânicos?

Em 2013 o MTE concluiu através do Comunicado XXI que, quando uma PFF possui a marcação VO ou qualquer outra alusão á Vapores Orgânicos, pode induzir o usuário a quer que o respirador pode ser utilizado em ambientes contendo vapores orgânicos em qualquer concentração. Com isso a KSN alterou a sigla VO pela CO e recomenda: Indicado para proteção das vias respiratórias contra odores incômodos de certos vapores orgânicos até o nível de ação (metade do limite de exposição).

10 - Como são classificados os filtros mecânicos?

PFF1 - Poeiras e névoas / PFF2 - Poeiras, névoas, fumos e agentes biológicos. / PFF3 - Poeiras, névoas, fumos e radionuclídeos.

11 - Qual a diferença entre as classificações S e SL?

S - Capacidade de reter partículas sólidas e líquidas á base de água. SL - Capacidade de reter partículas sólidas e líquidas á base de óleo ou outro líquido diferente de água.

12 - Qual a vida útil de um respirador?

De acordo com a NBR 13698, os fabricantes devem informar que a PFF deve ser descartada após no máximo o uso por um turno de trabalho, se aplicável. Também deve ser descartado quando estiver rasgado, saturado ou com elástico solto ou rompido.

13 - Certificado de Boas Práticas de Fabricação é requerido para respiradores PFF?

Não, pois a ANVISA deixou de emitir esta certificação para a classe de risco I e II. Porém para manutenção do cadastro, devem ser implementadas as Boas Praticas de Fabricação.

14 - Qual o modo adequado para descarte dos respiradores?

Um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS), que orienta os usuários sobre a destinção de resíduos químicos ou sólidos deve ser elaborado, levando em consideração as definições apresentadas pelo CADRI (Certificado de Movimentação de Resíduos de Interesse Ambiental, instrumento este que aprova o encaminhamento de resíduos de interesse a locais de reprocessamento, armazenamento, tratamento ou disposição final, licenciados ou autorizados pela CETESB. Referencias: Lei Federal n. 12.305 e ABNT NBR 10.004.

15 - Para que serve a válvula de exalação?

Esta válvula permite a saída do ar quente e úmido, evitando com que o ar não passe através do filtro, prolongando sua vida útil, tornando a respiração e uso mais confortável e agradável.

16 - Qual a validade do CA e onde posso consultar?

A validade do C.A está condidionada á validade do certificado INMETRO. Para consultar o C.A e o certificado INMETRO, acesse os links abaixo:

Consulta CA e Consulta Certificado INMETRO

17 - O que é e qual a finalidade do ensaio de vedação?

Existem dois tipos de ensaio de vedação, sendo Qualitativo e Quantitativo. Amos tem por objetivo verificar se o Equipamento de Proteção Respiratória fornecido é capaz de oferecer vedação adequada ao usuário.

Qualitativo: É feito em uma sala, fora da área de risco, onde o condutor do ensaio dispersa um agente químico no ar, ao redor do rosto do usuário, e observa as suas respostas enquanto realiza exercícios padronizados. O respirador que vai ser ensaiado deve estar com filtro que retenha o agente de teste, de modo que, se o usuário detectar cheiro ou sabor enquanto realiza os exercícios, é porque a peça facial não está vedando suficientemente e deve ser procurado outro tamanho, modelo ou formato de respirador. Para esta modalidade são aceitos os seguintes agentes de teste: Sacarina, bitrex, acetato de isoamila.

Quantitativo: Neste método o vazamento de ar estre a peça e o rosto é quantificado, não importado a resposta subjetiva do usuário. Os métodos aceitos são aqueles que utilizam: Instrumento para a medida da concentração da substancia empregada no ensaio (por exemplo, aerossol de cloreto de sódio, ou outras substancias), Contador de núcleos de condensação de aerossóis do próprio ambiente (PortaCount) e/ou Instrumento para o controle de outra grandeza, como, por exemplo, da pressão negativa dentro da peça (Por exemplo, o instrumento Dynatech Nevada Fit Tester 3000).

Download Registro de Ensaio de Vedação

Para maiores informações, contate-nos!

Nossa equipe está sempre á disposição.